14 de março de 2014

As lágrimas são o gelo da alma em fusão

Baron Arild Rosenkrantz
“Todos os livros do mundo cheios de pensamentos e poesias
não são nada se comparados a uns minutos de soluços,
onde a sensação boia em torrentes, a alma se sente e se
encontra profundamente em si mesma.
As lágrimas são o gelo da alma em fusão.
Todos os anjos estão perto daquele que chora.”

Hermann Hesse (1877-1962)

Nenhum comentário: