11 de dezembro de 2013

O Verão

O Verão
Steve Terrill - Summer
Coro das quatro estações:
Cantemos, irmãs! Cantemos
Como ardem as ribanceiras
À sombra dessas mangueiras.
Já nos voltou a alegria !
Jack Vettriano
Sou o verão ardente
Que, vivo e resplendente,
Acaba de nascer;
Nas matas abrasadas,
O fogo das queimadas
Começa a se acender.
Tudo de luz se cobre…
Dou alegria ao pobre;
Na roça a plantação
Expande-se, viceja,
Com a vinda benfazeja
Do provido Verão.
Sou o Verão fecundo!
Nasce no céu profundo
Mais rútilo o arrebol…
A vida se levanta…
A Natureza canta…
Sou a estação do Sol!
Coro das quatro estações:
Cantemos, irmãs! Cantemos
Como ardem as ribanceiras
À sombra dessas mangueiras.
Já nos voltou a alegria !
Olavo Bilac (1865-1918)
Em: Poesias Infantis, Livraria Francisco Alves: 1949, Rio de Janeiro

Nenhum comentário: