19 de novembro de 2013

Hoje

José Alsina
Hoje queria um dia
feito de horas de oferecer.
Porque há dias diferentes.
Dias especiais em que queremos encomendar o sol,
a luz do horizonte, a doçura do ar.
Queria oferecer um dia hoje.
Um dia perfeito.
Embrulhado em momentos guardados.
Talvez com uma fita cor de certeza calma,
e um laço pleno de voltas cúmplices.
Só um dia.
Dado assim...

Mario Quintana (1906-1994)

Nenhum comentário: