12 de novembro de 2013

Bairro

Tarsila do Amaral - O mamoeiro
Os cheiros que te assaltam suavemente
floradas de quintais e de jardins
de murta na calçada ou alecrim
ou santa-bárbara a chover sementes.

A fragrância envolvente do jasmim
esse cheiro de chuva já no vento
e nos escuros entre vaga-lumes
o perfume moleque dos capins.

Um fedor de lixeira de repente
aqui carroças com cheiro de estrume
ali cheiro de graxa e de trabalho.

E duma casa pobre, mas decente
aquele cheiro que o bairro resume
bife fritando com cebola e alho.

Domingos Pellegrini

Nenhum comentário: