4 de outubro de 2013

Porque tu és o vento

Romel de la Torre
Nas tuas grandes mãos
agarras os meus dias
e eu sigo-te por ruas
que não sabem o que é domingo
porque tu és o vento o outro
o inabitado.

Dímitra Mandá (Poetisa Grega).
in O momento do amor
Trad. de José Carlos Marques

Nenhum comentário: