12 de setembro de 2013

Felicidade

Cícero Dias
“Não perguntes à Felicidade quem ela é
nem de onde veio: abre-lhe a porta
para que ela entre e fecha-a bem aferrolhada,
para que não fuja.”

Coelho Neto (1864-1934)

Nenhum comentário: