25 de junho de 2013

Lassa

Stefan Szczesny
Tesão — força que move a vida.
Na plenitude, é felicidade pura.
Na carência, é dor que dói.

Ó gozo de ver, admirar, acariciando.
Ò gozo de abraçar, beijar, bolinando
Ó supremo gozo de meter, possuir, penetrando,
na divina convulsão rítmica do coito.

Ficar lá dentro abismado, apertado.
Sentindo o grelo tremer de gozo.
O sacro canal melar, enlanguescer.
Vendo você se aquietar, lassa.
Tudo, afinal, uma tremura arrepiada.

Darcy Ribeiro (1922-1997)

Nenhum comentário: