30 de maio de 2013

Trovas de muito amor…

Pasquale Celommi
Amo e conheço.
Eis porque sou amante
e vos mereço.
*********************De entendimento
*********************Vivo e padeço.
*********************Vossas carências
*********************Sei-as de cor.

E o desvario
Na vossa ausência
Sei-o melhor.
*********************Tendes comigo
*********************Tais dependências
*********************Mas eu convosco
Tantas ardências
*********************Que só me resta
********************* O amar antigo:
*********************Não sei dizer-vos
*********************Amor, amigo.
Mas é nos versos
Que mais vos sinto
E na linguagem
Desta canção
Sei que não minto.

Hilda Hilst (1930-2004)

Nenhum comentário: