5 de abril de 2013

Poesia Erótica

John Worthington
Peço, minha boa Hipsistila,
minhas delícias, meus encantos, pede
que eu vá dormir a sesta junto de ti.
E se pedires cuida disto: que outro
não introduza entraves na portinha
nem queiras tu sair por aí fora.
Mas fica em casa, preparando
para umas nove contínuas trepadas.
E se é que vai chamar-me, chama logo,
que almoçado, deitado, e satisfeito,
tanto a túnica eu furo quanto o manto.

Caio Valério Catulo (84–54 a.C.)
Tradução: João Angelo Oliva Neto

Esse poeta morreu com 30 anos.

Nenhum comentário: