10 de abril de 2013

Os fuzilamentos de Goya

Francisco Goya - Três de Mayo
Os olhos dilatados
Delatavam o desespero.
Uns levantavam as mãos
(como a pedir clemência);
Outros escondiam o rosto;
Havia quem rezasse.
A tensão cessou
No momento em que,
Negando-lhes a dignidade
De um último pedido,
O comandante ordena.

Danclads Andrade

Nenhum comentário: