5 de abril de 2013

“É preciso estar atento e forte.
Não temos tempo de temer a morte”.

Gilberto Gil
Fotografia de Luciano Candisani
“É a grande Amazônia, toda ela no trópico úmido, com a sua floresta compacta e atordoante, onde ainda palpita, intocada e em vários lugares jamais surpreendida pelo homem, a vida que se foi urdindo em verdes desde o amanhecer do terciário. Intocada e desconhecida em muito de sua extensão e de sua verdade, a Amazônia ainda está sendo descoberta.
Iniciada há quatro séculos, o seu descobrimento ainda não terminou. E, no entanto, pelo que já se conhece da vida na Amazônia, desde que o homem a habita, ergue-se das funduras das suas águas e dos altos centros de sua selva um terrível temor: o de que essa vida esteja, devagarinho, tomando o rumo do fim”.
Thiago de Mello
Mormaço na Floresta

Nenhum comentário: