23 de abril de 2013

23 • Dia do Chorinho

"Chorinho" - Portinari
No dia 23 de abril se comemora o Dia Nacional do Choro, trata-se de uma homenagem ao nascimento de Pixinguinha (1897-1973).
Alfredo da Rocha Viana Filho, conhecido como Pixinguinha, foi flautista, saxofonista, compositor e arranjador brasileiro.
Pixinguinha é considerado um dos maiores compositores da música popular brasileira, contribuiu diretamente para que o choro encontrasse uma forma musical definitiva.
A data foi criada oficialmente em 4 de setembro de 2000, quando foi sancionada lei originada por iniciativa do bandolinista Hamilton de Holanda e seus alunos da Escola de Choro Raphael Rabello.
Pixinguinha faleceu na igreja de Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, quando seria padrinho de um batizado.
O Choro, popularmente chamado de chorinho, é um gênero de música popular e instrumental brasileira.
O músico, compositor ou instrumentista, ligado ao choro é chamado chorão. Característica frequentemente apreciada no choro é o virtuosismo dos instrumentistas, bem como a capacidade de improvisação dos executantes.
Alguns dos chorões mais conhecidos são:
  • Chiquinha Gonzaga,
  • Ernesto Nazareth e
  • Pixinguinha.

    Alguns choros famosos:
  • "Tico-Tico no Fubá", de Zequinha de Abreu.
  • "Brasileirinho", de Waldir Azevedo.
  • "Noites Cariocas", de Jacob do Bandolim.
  • "Carinhoso" e "Lamento" de Pixinguinha
  • "Odeon", de Ernesto Nazareth.
O choro serviu de inspiração a diversos compositores eruditos brasileiros e estrangeiros. Dentre as composições de Heitor Villa-Lobos, o ciclo dos Choros é considerado um conjunto de obras importantes.
O compositor francês Darius Milhaud, que foi adido cultural da França no Brasil, inseriu em sua peça ‘Scaramouche’ algumas ideias de choro, inclusive com um plágio de ‘Brejeiro’, de Nazareth.
Também a música erudita inspirou os chorões, como o flautista Altamiro Carrilho, que gravou discos chamados Clássicos em Choro, nos quais toca música clássica com sotaque de choro.
Ouça Altamiro Carrilho ( Carinhoso )

Nenhum comentário: