23 de novembro de 2012

Diane Leonard
A pedra, o vento, a luz alteada,
o salso mar eterno, o grito
do mergulhão, sob o infinito azul:
— Deus não me deve nada.
para acolher a noite

Hélio Pellegrino (1924-1988)

Nenhum comentário: