18 de setembro de 2010

A gente pode enfeitar a amargura.
Caio Fernando Abreu (1948-1996)

Nenhum comentário: