31 de maio de 2009

O Homem Magnânimo

Tarrant Percy
“O homem magnânimo deseja ocupar-se de poucas coisas, e estas têm de ser verdadeiramente grandes aos seus próprios olhos, e não porque outros assim pensem. Para o homem dotado de uma alma grande, a opinião solitária de um único homem bom conta mais que a opinião de uma multidão. Foi o que disse Antífon, após a sua condenação, quando Agatão o cumprimentou pelo brilho de sua autodefesa”.
Aristóteles (384-322 a.C.)
Termine o jantar com a boca perfumada.
Deixe-se levar por este sugestivo chá de rosas.
Ingredientes:
∗ 4 xícaras (chá) de água.
∗ pétalas de 6 rosas.
∗ 1/2 colher (chá) de água de rosas.
∗ açúcar ou adoçante a gosto.

Modo de Preparar:

1. Coloque a água numa chaleira e leve ao fogo alto.
2. Quando ferver, adicione as pétalas e deixe por 5 minutos.
3. Retire do fogo, adoce a gosto.
4. Coloque na xícara e use umas pétalas por cima do chá para enfeitar.
5. Sirva imediatamente.

Amo-te

Irina Vitalievna Karkabi
Não te amo como se fosses rosa de sal, topázio
ou seta de cravos que propagam o fogo:
amo-te como se amam certas coisas obscuras,
secretamente, entre a sombra e a alma.

Amo-te como a planta que não floriu e tem
dentro de si, escondida, a luz das flores,
e, graças ao teu amor, vive obscuro em meu corpo
o denso aroma que subiu da terra.

Amo-te sem saber como, nem quando, nem onde,
amo-te diretamente sem problemas nem orgulho:
amo-te assim porque não sei amar de outra maneira,

A não ser deste modo em que nem eu sou nem tu és,
tão perto que a tua mão no meu peito é minha,
tão perto que os teus olhos se fecham com meu sono.

Pablo Neruda (1904-1973)
Em cada coração habita um sábio.
Apenas não acreditamos com força suficiente,
por isso o Todo permaneceu sepultado.
Wang Yang-Ming

O Homem não é Sempre Igual

“Um dos preconceitos mais conhecidos e mais espalhados consiste em crer que cada homem possui como sua propriedade certas qualidades definidas, que há homens bons ou maus, inteligentes ou estúpidos, enérgicos ou apáticos, e assim por diante. Os homens não são feitos assim. Podemos dizer que determinado homem se mostra mais frequentemente bom do que mau, mais frequentemente inteligente do que estúpido, mais frequentemente enérgico do que apático, ou inversamente; mas seria falso afirmar de um homem que é bom ou inteligente, e de outro que é mau ou estúpido. No entanto, é assim que os julgamos. Pois isso é falso. Os homens parecem-se com os rios: todos são feitos dos mesmos elementos, mas ora são estreitos, ora rápidos, ora largos, ora plácidos, claros ou frios, turvos ou tépidos”.
Léon Tolstói (1828-1910),
in "Ressurreição".


31 de Maio - Dia Mundial contra o Tabagismo.

30 de maio de 2009

"Os sábios não consideram que não errar é uma bênção.
Eles acreditam antes que a grande virtude do homem
reside em sua habilidade de corrigir seus erros
e continuamente fazer de si próprio um homem novo."
Wang Yang-Ming (1472-1529)

Erótica Romana

Evelyn Pickering de Morgan
Feliz me sinto agora, inspirado em solo clássico.
Com voz mais alta e sedutora me falam passado e presente.
Sigo o conselho dos Antigos, folheio as suas obras
Com mão solitária, todos os dia, com renovado prazer.
Mas durante a noite prefiro ter as mãos em outros lados,
E se eu só aprender metade, terei o dobro do prazer.
E não aprendo eu quando contemplo as deliciosas formas
Do peito, quando a mão desliza pelas ancas?
Só então entendo verdadeiramente o mármore, penso e comparo,
Vejo com olhos sensitivos, sinto com mãos videntes,
E quando a amada me rouba algumas horas do dia,
Dá-me as horas da noite em compensação.
Não nos beijamos apenas, também temos conversas sérias,
E quando dorme a minha querida, ao seu lado penso em muitas coisas,
Muitas vezes também compus versos nos seus braços
E as suas costas, dedilhando contei eu
Suavemente o hexâmetro, e quando a bela dormita
O seu sopro incendeia profundamente o meu peito.
Então o amor acende a lâmpada e recorda os tempos
Em que prestou o mesmo favor ao seu Triunvirato.

Johann Wolfgang von Goethe (1749-1832)
Tradução: Manuel Malzbender

Certezas

Anita Malfatti – Bailinho
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras,
alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho,
que me veja como um ser humano completo,
que abusa demais dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona,
que de valor ao que realmente importa, que é meu sentimento
e não brinque com ele.
E que esse alguém me peça para que eu nunca mude,
para que eu nunca cresça,
para que eu seja sempre eu mesmo.

Mario Quintana (1906-1994)
"Nossas vidas são como a respiração,
como as folhas que crescem e caem.
Quando realmente entendermos
sobre as folhas que caem,
seremos capazes de varrer os caminhos
todos os dias e nos alegrar
com nossas vidas neste mundo mutável."
Ajaan Chah (Tailândia, 1918-1992)

Há três modos básicos de atingir a sabedoria

1. A sabedoria atingida através do ouvir
Se tivermos a boa fortuna de estarmos ao redor de pessoas sábias, então teremos a oportunidade de desenvolver a sabedoria ouvindo-os. Podemos também desenvolver nossa sabedoria lendo sutras e boa literatura, ou assistindo vídeos e filmes.
2. A sabedoria atingida através do pensar
Depois de ouvir ensinamentos, devemos pensar sobre ele, ou então isso não fará qualquer bem. A sabedoria é um traço ou condição da mente. Se a mente não for usada na aquisição de sabedoria, a sabedoria não poderá ser atingida. Se recusarmos pensar sobre o que ouvimos, nenhum aprendizado será possível.
3. A sabedoria atingida através do cultivar
Uma vez que tenhamos desenvolvido nossa sabedoria através do ouvir o e do refletir sobre o seu significado, então devemos começar a praticar o que aprendemos. O campo de interação entre nosso pensamento e comportamento é o principal campo onde a cultivação ocorre.
Mestre Hsing Yün Ta-shi
Traduzido por Tom Graham
Daniel Ridgway Knight
Nenhum eu, nem mesmo o mais ingênuo, é uma unidade, antes sim um mundo extremamente multifacetado, um pequeno céu estrelado, um caos de formas, estádios e condições, heranças e possibilidades. O fato de cada um por si aspirar a considerar este caos uma unidade, e falar do seu eu como se se tratasse de uma manifestação simples, fixa e solidamente modelada, claramente delimitada - esse engano, que é inerente a qualquer ser humano (mesmo superior), parece ser uma necessidade, uma exigência da vida, como a respiração ou a alimentação.
O erro assenta numa simples transferência. De corpo, todo o homem é uno; de alma, nunca.
Hermann Hesse (1877-1962)
Aung San Suu Kyi
O presidente norte-americano Barack Obama apelou esta semana ao regime militar birmanês para libertar "imediatamente e sem condições" a opositora Aung San Suu Kyi, acusada pela justiça birmanesa de alojar no principio de Maio um norte-americano, desrespeitando a sua prisão domiciliária.
É uma pena que o governo brasileiro não se manifestou sobre isso.

29 de maio de 2009

“Eu sou aquela mulher
que fez a escalada da montanha da vida,
removendo pedras e plantando flores”.

Cora Coralina (1889-1985)

Poeta

Alex Alemany
O que distingue um grande poeta
é o fato dele nos dizer algo
que ninguém ainda disse,
mas que não é novo para nós.

Ortega y Gasset (1883-1955)

Ária marinha

Salvador Dali
Tecla de sal
clave de sol
acorde oculto
num caracol

será o espectro
de infância morta
que desabrocha
como um farol?

serão ginetes
já sem memória
ficando esporas
no azul lençol?

será meu pai
debaixo d´água
com sua flauta
e seu punhal?

ou não será
em mim disperso
o som submerso
de outro coral?

resposta alguma
à tona sobe
mas eu indago
e lanço o anzol.

Ivan Junqueira
Há gente que, em vez de destruir, constrói;
em lugar de invejar, presenteia;
em vez de envenenar, embeleza;
em lugar de dilacerar, reúne e agrega.

Lya Luft
Saiu o Semeador a semear
Semeou o dia todo
e a noite o apanhou ainda
com as mãos cheias de sementes.
Ele semeava tranqüilo
sem pensar na colheita
porque muito tinha colhido
do que outros semearam.
Jovem, seja você esse semeador
Semeia com otimismo
Semeia com idealismo
as sementes vivas
da Paz e da Justiça.

Cora Coralina (1889-1985)
"De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera,
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante,
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma para a eternidade.
Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou".

William Shakespeare (1564-1616)
Diga-me com quem andas...
Desde que bateu-boca com o presidente do Supremo, o ministro Joaquim Barbosa deixou de frequentar o lanche com os colegas, no intervalo das sessões plenárias. Prefere ir ao gabinete trocar ideias com os assessores. Por isso, é cena frequente o ministro chegar com certo atraso na retomada das sessões. Quando fica na sala com os colegas, antes do início dos julgamentos, seu único interlocutor é o procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza.
Fonte: http://www.conjur.com.br

Pois é… da pra ver como os ilustres agem com imparcialidade.
A esperança é filha do desejo, mas não é o desejo. Constitui uma aptidão mental, que nos fez crer na realização de um desejo. Podemos desejar uma coisa sem que a esperemos. Toda gente deseja a fortuna, muito poucos a esperam. Os sábios desejam descobrir a causa primitiva dos fenômenos; eles não têm nenhuma esperança de consegui-lo. O desejo aproxima-se algumas vezes da esperança, a ponto de confundir-se com ela. Na roleta, eu desejo e espero ganhar.
A esperança é uma forma de prazer em expectativa que, na sua atual fase de espera, constitui uma satisfação frequentemente maior do que o contentamento produzido pela sua realização. A razão é evidente. O prazer realizado limita-se em quantidade e em duração, ao passo que nada limita a grandeza do sonho criado pela esperança. A força e o encanto da esperança consistem em conter todas as possibilidades de prazer. Ela constitui uma espécie de vara mágica que transforma tudo. Os reformadores nunca fizeram mais do que substituir uma esperança por outra.

Gustave Le Bon, in 'As Opiniões e as Crenças' [1841-1931]

27 de maio de 2009

“Quem não estiver familiarizado com o sublime,
sente o sublime como inquietante e falso”.

Friedrich Wilhelm Nietzsche (1844-1900)

O amor é um
ato de perdão interminável....
um olhar terno
que se converte em hábito.
Peter Ustinov

Anjo és!

Yvonne Olger
Anjo és tu, que esse poder
Jamais o teve a mulher,
Jamais o há de ter em mim.
Anjo és, que me domina
Teu ser o meu ser sem fim;
Minha razão insolente
Ao teu capricho se inclina,
E minha alma forte, ardente,
Que nenhum jugo respeita,
Covardemente sujeita
Anda humilde a teu poder.
Anjo és tu, não és mulher.

Anjo és. Mas que anjo és tu?
Em tua fronte anuviada
Não vejo a coroa nevada
Das alvas rosas do céu.
Em teu seio ardente e nu
Não vejo ondear o véu
Com que o sôfrego pudor
Vela os mistérios d'amor.
Teus olhos têm negra a cor,
Cor de noite sem estrela;
A chama é vivaz e é bela,
Mas luz não tem. – Que anjo és tu?
Em nome de quem vieste?
Paz ou guerra me trouxeste
De Jeová ou Belzebu?

Não respondes – e em teus braços
Com frenéticos abraços
Me tens apertado, estreito!...
Isto que me cai no peito
Que foi?... Lágrima? – Escaldou-me...
Queima, abrasa, ulcera... Dou-me,
Dou-me a ti, anjo maldito,
Que este ardor que me devora
É já fogo de precito,
Fogo eterno, que em má hora
Trouxeste de lá... De donde?
Em que mistérios se esconde
Teu fatal, estranho ser!
Anjo és tu ou és mulher?

Almeida Garrett (1799-1854)
Tudo que eu fiz
Foi ouvir o que o meu peito diz:
"Que apesar de toda magoa
Vale a pena toda luta
Para ser feliz"
Tudo que eu fiz foi seguir a mesma diretriz
Confiando e acreditando
Que na vida todo mundo pode ser feliz
É preciso crer no coração
Porque se não
Não tem razão de se viver
E eu quero ver
Nascer um tempo bom
Meu peito diz:
"Coração da gente é igual pais"
Não deu certo uma mudança, você muda de esperança
Porque a gente merece ser feliz.

Ivan Lins