6 de maio de 2009

Musas da Mitologia Grega

Na Mitologia Grega, as musas são filhas de Zeus e de Mnemósine. As musas eram deusas irmãs veneradas desde tempos remotos no monte Hélicon, onde eram festejadas a cada quatro anos. Inicialmente, eram as inspiradoras dos poetas.
Mais tarde sua influência se estendeu a todas as artes e ciências. Homero em sua obra - Odisseia - ele menciona nove musas, que constituíam um grupo indiferenciado de divindades.
Hendrik van Balen - Apollo and the nine muses.
São elas:
  1. Calíope - Inspiradora da Eloquência e Epopéia
  2. Clio - Inspiradora da História
  3. Érato - Inspiradora da Poesia de amor
  4. Euterpe - Inspiradora da Música e Poesia lírica
  5. Melpômene - Inspiradora da Tragédia
  6. Polímnia - Inspiradora da Retórica
  7. Tália - Inspiradora da Comédia
  8. Terpsicore - Inspiradora da Dança
  9. Urânia - Inspiradora da Astronomia
Giovanni Baglione - Calliope
1. Calíope. Foi a musa da epopéia, da poesia épica, da ciência em geral e da eloquência e a mais velha e sábia das musas, e é considerada por vezes a rainha destas. É representada sob a figura de uma donzela de ar majestoso, coroada de louros e ornada de grinaldas, junto de si, traz como atributo um rolo de pergaminho e uma pena.
Johannes Vermeer - Clio
2. Clio era a musa da história, aquela que divulgava e celebrava realizações, sendo símbolos seus o clarim heróico e a clepsidra. Costumava ser representada sob o aspecto de uma jovem coroada de louros, tendo na mão direita uma trombeta e na esquerda um livro intitulado "Tucídide". Aos seus atributos acrescentam-se ainda o globo terrestre sobre o qual ela descansa, e o tempo que se vê ao seu lado, para mostrar que a história alcança todos os lugares e todas as épocas. Metaforicamente, Clio simboliza que o conhecimento é fruto da leitura e do estudo e, nas lendas gregas, a musa é referida como aquela que legou o alfabeto aos homens.
John William Godward – Erato Muse of Poetry
3. Erato era a musa da poesia lírica, representada com uma lira, e dos hinos. Teve com Arcas o filho Azan. É representada com uma lira e por vezes com uma coroa de rosas. Com a mão direita segura uma lira e com a esquerda um arco. Ao seu lado está um pequeno Amor que beija-lhe os pés.
François Boucher - The Muse Euterpe
4. Euterpe (a que dá júbilo) (A doadora de prazeres!) era a Musa da Música e tinha por símbolo a flauta, que era de sua invenção. Ela é uma jovem, que aparece coroada de flores, tocando aa flauta e ao seu lado estão papéis de música, oboés e outros instrumentos. Por estes atributos, os gregos quiseram exprimir o quanto as letras encantam àqueles que as cultivam.
Edward Simmons - Melpomene muse of tragedy
5. Melpomene (a cantora), era a musa da tragédia; usava máscara trágica e folhas de videira. Empunhava a maça de Hércules e era oposto de Tália. O seu aspecto é grave e sério, sempre está ricamente vestida e calçada com coturnos.
Joseph Fagnani – Polyhymnia
6. Polímnia (a de muitos hinos), era a musa dos hinos sagrados e da narração de histórias. Costuma ser apresentada em atitude pensativa, com um véu, vestida de branco, em uma atitude de meditação.
Jean-Marc Nattier - Tália Musa da Comédia
7. Tália (a festiva) era a Musa da Comédia que vestia uma máscara cômica e portava ramos de hera. É mostrada por vezes portando também um cajado de pastor, coroada de hera, calçada de borzeguins e com uma máscara na mão. Muitas de suas estátuas têm um clarim ou porta-voz, instrumentos que serviam para sustentar a voz dos autores na comédia antiga.
Eustache Le Sueur - Terpsichore
8. Terpsícore (a que adora dançar) era a musa da dança. Também regia o canto coral e portava a cítara ou lira. Apresenta-se coroada de grinaldas, tocando uma lira, ao som da qual dirige a cadência dos seus passos. Alguns autores fazem-na mãe das Sereias.
Francesco Cozza - Urania
9. Urânia (celeste) era a musa da astronomia, tendo por símbolos um globo celeste e um compasso. Representam-na com um vestido azul-celeste, coroada de estrelas e com ambas as mãos segurando um globo que ela parece medir, ou então tendo ao seu lado uma esfera pousada uma tripeça e muitos instrumentos de matemática. Urânia era a entidade a que os astrônomos/astrólogos pediam inspiração.
As Nove Musas da Grécia Antiga
Musa
Significado do Nome
Arte ou Ciência
Atributo
Calíope Bela voz Eloquência Tabuleta e buril
Clio A Proclamadora História Pergaminho parcialmente aberto
Erato Amável Poesia Lírica Pequena Lira
Euterpe Doadora de prazeres Música Flauta
Melpômene A Poetisa Tragédia Máscara, grinalda e uma clava
Polímnia A de muitos hinos Música sacra Figura velada
Tália Faz brotar flores Comédia Máscara, coroa de hera ou bastão
Terpsícore A Rodopiante Dança Lira e plectro
Urânia A Celestial Astronomia/Astrologia Globo celestial e compasso
Simon Vouet - The Nine Muses

3 comentários:

Anônimo disse...

Foda demais ;)

Anônimo disse...

Muito bom, vai me ajudar muito no meu trabalho!!!

Fabiana Strehlow disse...

Ótimo artigo, Maria José!
Boa fonte para trabalhos escolares!